MENU

28 de junho de 2015 - 13:45F-E

“Bom para o Brasil”

SÃO PAULO | Claro que é “bom para o Brasil”, como o povo gosta de dizer (ou “bom para o brasileirinho”), este título de Nelsinho Piquet. Faz o automobilismo ganhar mais manchetes por aqui, mais atenção, ainda que por 15 minutos.

Ano passado, Christian Fittipaldi foi campeão da United SportsCar, nos EUA, mas é a primeira conquista de um brasileiro em uma categoria top desde Tony Kanaan em 2004, na IRL.

E ainda teve Lucas Di Grassi na terceira colocação. Na F1, por exemplo, a última vez que dois brasileiros ficaram no top-3 foi em 1990, com Ayrton Senna campeão e Nelson Piquet, o pai, em terceiro. E, em 1987, eles terminaram o campeonato em posições invertidas.

Di Grassi, aliás, teve o título muito bem encaminhado após a vitória em Berlim, corrida da qual acabou desclassificado horas mais tarde em uma punição que ele considerou exagerada. Ali, perdeu os 25 pontos da vitória, mais os pontos que Piquet e Buemi ganharam com as posições que subiram no resultado. Também mereceu, e vai ter outras chances.

Para completar, Bruno Senna ainda foi importante para o desfecho, defendendo-se dos ataques de Sébastien Buemi nas voltas finais em Londres. Se o suíço passasse, roubaria o troféu das mãos de Piquet.

O Nelsinho agora vai ter que pagar alguns bons churrascos como agradecimento…

pilotoon piquet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>